DISCLAIMER


DISCLAIMER: 1. The risk of trading equities and/or derivatives can be substantial. 2. Any decision to purchase or sell as a result of the opinions expressed in this blog will be the full responsability of the person authorizing such transaction. 3. Past performance is not indicative of future results.

domingo, 1 de junho de 2008

How long is long-term?

"How long is long-term? It's probably longer than you think." (M. Hulbert)

Mark Hulbert - fundador da Hulbert Financial Digest - acompanha 160 newsletters financeiras desde 1980. É o autor da frase acima que deu origem a um artigo seu. A princípio pode denotar certo desdém pelo "longo prazo". Mas não se trata disso.

Em um outro artigo excelente de março de 2005, How long is long-term? It depends ..., o analista desvenda que horizonte de tempo deve ser levado em consideração para se avaliar a perfomance de um gestor. Antes desse período, retornos estelares de determinados portfolios podem ser resultado do acaso. Por meio do monitoramento das newsletters acompanhadas, chegou a uma conclusão consistente. O resultado talvez não surpreenda adeptos do Value Investing, mas provável que isso não ocorra com aqueles guiados por outras filosofias de investimento. Afinal, quão longo é o longo prazo de acordo com a HFD? Não vou estragar o suspense. Remeto o leitor ao próprio artigo no link acima.

A meu ver, esse estudo curioso de Mark Hulbert é fundamental para o investidor (individual ou cotista). Sinto, por exemplo, que o tal "longo prazo" tem sido usado banalmente por corretoras e analistas, principalmente por meio de disclaimers de rodapé, para justificar performances medíocres de suas carteiras recomendadas. E o mais curioso é que no mercado nacional de fundos poucos deles conseguem atingir o período de observação proposto por Hulbert. Agora faço meu disclaimer: não sou especialista nessa área. Quem se dispuser a comentar minhas observações pode fazê-lo à vontade...

4 comentários:

Roberto disse...

Fact, esta questão do longo prazo é o termo para os gestores ou vendedores de newsletter não necessitarem pedir desculpas pelos seus erros. Cada um aqui deve ter seus exemplos mas eu cito o Richard Russel(RR) e o Mauldin. Comecei no mercado em 05/2001 e assinei o RR em agosto de 2002. Buenas ele e o Mauldin só falavam em Bear, crash, etc, DJIA vai a 3500 pontos, etc.Pois é, aquela onda era apenas uma corretiva do longo Bull que ainda estamos. Nunca li os 2 pedirem desculpas. Então longo prazol neles, vide net, hehehehehe

Fact Finder disse...

Bob, mesmo que alguma metodologia não seja consistente por períodos acima 10 anos, em menos tempo que isso qualquer um pode ficar rico. Basta utilizar conceitos como alavancagem e/ou concentração de investimentos.

Fact Finder disse...

Veja o caso, p. exemplo, do Robert Prechter que construiu fortuna e fama na década de 80 e desde então não acertou mais nada. hehehe

Roberto disse...

Por email avisei que este RR é o melhor "contrary oponion" que existe. Fora gold que ele acertou nada mais, incrível.