DISCLAIMER


DISCLAIMER: 1. The risk of trading equities and/or derivatives can be substantial. 2. Any decision to purchase or sell as a result of the opinions expressed in this blog will be the full responsability of the person authorizing such transaction. 3. Past performance is not indicative of future results.

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Mind Traps

Os mercados de equities mundo afora exibiram em setembro um padrão não visto nos últimos anos. Não falo de grandes selloffs, mas de tendências intraday, que são abruptamente interrompidas no dia seguinte, um sinal de grande desorientação dos players. Isso tem causado raríssimo aumento na volatilidade histórica (VH), não observável de 2002 para cá, em meio a uma "sensação" de pequeno fundo.

Esse aumento de VH sugere aos mais prudentes que o melhor lugar para posicionamento é do lado de fora. Imagino que vários amantes do intraday, neófitos em AT, estejam acumulando perdas pesadas - imbuídos do "sentimento de vingança" - em um mercado de lado ao imaginarem o follow-thru no dia seguinte (que não vem). Fechamentos fortes em uma das direções são brutalmente negados no dia seguinte. Operações são estopadas. E preços lentamente voltam aos níveis da abertura no final do dia, gerando um sentimento de raiva. Muitos não suportarão a frustração desses dias. Abandonarão a prática e passarão para a filosofia do fundamentalismo ortodoxo.

Agora...o que me levou a chamar a postagem "Mind Traps"? Se eu comecei a observar esse comportamento repetitivo no price action, a minoria atenta também está. Logo, é bem provável que esteja com os dias contados. E tenhamos follow-thru em qualquer uma das direçôes por alguns dias. Convém, portanto, evitar aquele sentimento de complacência, típico dos iniciantes.

7 comentários:

smarca disse...

Excelente mensagem Fact.

Traduz exatamente o que estou pensando e, até o timing indicado, faz sentido pra mim: dias, talvez pouco mais de uma semana corrida, não mais.

De olho!

Tenho meu palpite, como sempre, mas como em boca fechada não entra mosquito guardo-o para mim.

Deixemos o mercado mostrar.

Samuel Ramos disse...

Fact,

Sobre a volatilidade, tem uma cousa que gostaria de teorizar: em percentual, tá altíssima (cassinão mesmo).

Porém, em unidades, está andando parecido com o que andava quando os papéis estavam com preços mais altos: um dia anda um irreal, no outro dois, por aí.

Acho que essa situação ajudou a puxar para a estratosfera a vol percentual, daí estarmos vendo prêmios teóricos altíssimos nas opiças, por exemplo.

E mudando um pouco de assunto...

Hedge AFund Arapluft conseguiu superar a Sadia, perdendo quase 2 bilhões de irreais.

Manda teu post sobre a doleta prá eles também.
hehehe

Sds!

aguia disse...

mestre FACT:

a Transferência histórica já houve ó, faz tempo:; lembremo-nos - entre tanta coisa estranha que anda ocorrendo, gente correndo, pra lá e pra cá igual barata tonta - do balão ou não, outro repeteco, de que o próprio Soros comprou (não se diz é DE QUEM) Petro até o nivel de 80% do total do seu Fundão e o Warren comprando agora e vai pôrrrraí....

fora grande branco, ou golfinho voraz, tipo o JP, engolfando tubinhas, e emprêsas 'saudaveis' na sala, desnudando envolvimento com Derivativos alucinógenos na cozinha (os tais quase meio quatri, quá, 160 tri com Tio Sam)
e já tão falando, alguns estufefactos, in fact, como se idsso também fosse novidade,

a bola maior, nos tais caça-niqueis, ou, a batata quente, tanto faz, está nas mãos dos tais portfólios (nome lindiu) da massa, errática agora porque faz compra errada nos cantos das sereias dos picos e que - sendo só emoção na justa ambição - se apega aos papeis como se fossem bichinhos de pelúcia, de estimação.

mas, como em tôda novela, por pior que seja, sempre tem a hora da decisão, falta ainda

se calarem os que ainda mentem de nariz arrebitado nas entrevistas pagas e os ridículos das declarações bombásticas - tipo "tá blindado"; "agora tá tudo muiiito atraente" ou "os ativos bursateis ficaram baratííííssimos" -

e alguém gritar:

fôgo!... salvem as crianças primeiro e deixem os brinquedos.

porque em reprises passadas, desta mesma novela, já vi cara perder tudo, até a família; quando o Banco foi tentar executar hipoteca do Ap, de um hot money feito na mesma banca em que jogava, para cobrir margem em alavancagem de Têrmo; e a espôsa dêle subiu na mesa; rodou a baiana e ainda chutando o balde, disse:

minha casa não que aqui moram as crianças e uma mãe!... e botou advogado para correr com o Banco

e com marido, por viciado em jôgo.

e nesta reprise de agora, um amigo nosso já deu ombro a 3 cumpadis dêle que quebraram na bolseta.

( )s.

Fact Finder disse...

1. S., parece que mercado já disse pra onde vai hoje, depois das 15 hs.

2. Samuel, um aumento na vol do underlying provoca aumento grande na VI da opiça.
Mandei uma msg para o RI da Sadia. Recebi um: "obrigado pela informaçãó" Vou mandar também para a Aracruz. Depois te digo a resposta. hehehe

3. Akilino, estou me sentindo um gênio...vendo umas empresas de capital aberto e Soros levando nabo e eu, não. :)

smarca disse...

Fact, não é deste timing que estou falando.

Parece que é pra baixo mesmo, mas pode ser Adenorex.

Estou falando de um outro timing, algo como deixar o mercado pensar por 1 ou 1,5 semanas ainda.

O final de toda esta história ainda está longe, quero deixar claro, bem mais abaixo ao longo dos meses, poucos anos a contar do topo feito há quase 1 ano (lá na matriz).

E é isto que quero enfatizar: o topo dos índices yankees foram feitos há quase 1 ano já, agora numa primária de baixa mas sem nenhuma secundária contrária ainda.

Percebe?

Há que se diferenciar o Ibovespa da matriz: aqui seguimos "descolados" por mais alguns meses após o TH do Industrial e o teste (falhou!) do TH de 2000 do S&P 500, este último formando um topo duplo de grandes proporções.

Maa, enfatizo, já caem ambos há 1 ano sem refresco.

E o mercado pode vivenciar a partir de agora (agora não significa 1 dia, estou ligado em outro timing neste momento e observando se meu ponto de vista vinga para tomar decisões) um certo alívio momentâneo de médio prazo: uma onda secundária contrária, o que me remete a alguns poucos meses.

Obviamente para cair mais fundo adiante.

É isso o que sinto e penso no momento.

aguia disse...

ah, Mestre Fact:

ao acordar hoje, Sábado lindo depois de uma noite de benéfica e benvinda chuva renitente; felizmente; já mais otimista e até alegre e jovial lembrei-me de mais uma estorinha real:

na mesma época do cara que a mulher enxotou junto com o oficial de justiça, teve um outro que humilhado perante si e a família,

se bem a espôsa solidária e meiga,

suicidou-se.

Anônimo disse...

Fact:
Acho seus artigos muito interessantes. Estou acompanhando dia a dia seus posts porque tenho
a grata impressão que Vc vai nos antecipar a virada do mercado para
Bulls.
Good Luck!!!
austral