DISCLAIMER


DISCLAIMER: 1. The risk of trading equities and/or derivatives can be substantial. 2. Any decision to purchase or sell as a result of the opinions expressed in this blog will be the full responsability of the person authorizing such transaction. 3. Past performance is not indicative of future results.

terça-feira, 30 de setembro de 2008

No Creo En Brujas Pero...

Desde que comecei a estudar profundamente os mercados de livre negociação uma coisa sempre ocorria com relação aos gaps (espaços de preços sem negociação). Um dia fechavam. Podia levar dias, semanas ou meses. Não importa. Para minha incredulidade, fechavam. Impressionante. O estudante novato de technical analysis geralmente fica paralisado diante de um "gap aberto" (unfilled gap) esperando que se feche imediatamente. Às vezes perdem rallies atraentes porque não têm coragem de clicar no mouse.

Algum leitor poderia alegar que os dois movimentos bruscos nos yields do chart acima foram "artificiais" pois estão intimamente vinculados a notícias de rejeição, em um dia, e de provável aprovação, no seguinte, do bailout de Mr. Paulson. Daí provavelmente esse "componente de artificialidade" seja levado em consideração no inconsciente coletivo da massa. E esse gap nos yields dos Treasuries de 10 anos poderá nem fechar. É um bom argumento. Um dia pensei assim. No entanto, vos digo: irá fechar. E não levará tanto tempo. Convém observar que gaps análogos foram abertos no mercado de equities como um todo. Uma vez li uma frase que nunca esqueci: Markets abhor vacuum (mercados detestam vácuo). É verdade.

"Ok, Fact! E eu com isso?!" Simples, my friend, um selloff nos bondmarkets sugere fraqueza no de equities em Wall St. E convém não se iludir com algum upside no curto prazo. Chickens come home to roost.

14 comentários:

aguia disse...

Veneravel mestre FACT:

não sei porque não existe um ditado do tipo assim:

"a raposa come a galinha à noite e o galo de dia"

o mesmo acontece com quem acha que dá para analisar charts só por ter feito um dos tais Cursos com grande parte dos professores que levantam a crista pôrrrraí, cantando de galo...

aí, dá para interpretar do jeito que o cara quizer.

e ali, idem, pode-se interpretar à vontade, no ditado inventado; ao qual, apondo-se vírgulas, tudo fica melhor ainda... para a raposa, course!

o dificil, tanto aqui, quanto LÁ, é salvar o galo... e êle, ainda, comer a galinha.

gostou do "Veneravel"?... manda 10 pilas... argh.

Samuel Ramos disse...

Andam noticiando o seguinte ciclo:

- BC´s lançam liquidez no sistema, via swaps;
- Bancos recebem;
- Bancos socam de volta em notas/títulos do tesouro porque não querem emprestar prá ninguém no mercado (' Tenho meeeeedo', by Regina Duarte).

aguia disse...

Alex:
como pode ver, já resolvi o tal embroglio do Boton e da foto e vc, por ter sido lerdo, deixou de faturar 15 pilas...

rsrs

Fact Finder disse...

Hoje estava conversando com o garoto da mesa de operações s/ esse mercado: Não há follow-thru de preços de um dia pro outro tamanho o desnorteamento dos players. It's a daytrader world. Period. Bem diferente do price action do mercado na época do estouro da Bolha ".com" em que bears socavam 4, 5, 6 dias para depois termos throwbacks de 2 ou 3 dias. Assumir posições overnight está sendo uma aventura...Como diz o ditado, a estória se repete, mas não exatamente do mesmo jeito.

Fact Finder disse...

Gostei da foto, Akila. Passou lustra-móveis no bico?

Samuel Ramos disse...

Boa definição, Fact: a daytrader world.

Sobre o que mencionei:

"The ECB is no longer able to inject liquidity because the money is just coming back to them again" http://is.gd/3lIP

Estou curioso prá ver como os "gêniozinhos dos BC´s" vão quebrar esse ciclo de "desconfiança" (= insolvência).

smarca disse...

Dúvida: O tapetão acaba ou será prorrogado?

A regra que proibiu vendas a descoberto de instituições financeiras nos EUA tem validade, se não me falha a memória, até 2/Out (amanhã) e poderia ser prorrogada por mais 10 dias, até o dia 12/Out (um domingo, véspera de feriado nos EUA).

Não sei também quando às mesmas regras adotadas pela Inglaterra e Austrália.

E tampouco se mais nações adotaram algo semelhante e seus respectivos prazos de validade.

Curioso estou e, curiosamente, não encontrei nada ainda na mídia, hehehe.

Fact Finder disse...

A volta do short selling não muda muita coisa a não ser a volatilidade que pode ficar maior.

aguia disse...

PÔ!!!...fala a verdade, FACT!


não... não é sôbre o mercado;
a êste respeito, Assino junto
a si no que colar em Qualquer
poste, como êste, irretocavel.

... falo da foto, k-çild's: tá ou
não tá mais bonita q a do Bob?

Fact Finder disse...

SEC extends short-selling ban for financial stocks
http://biz.yahoo.com/ap/081002/sec_short_selling.html

Samuel Ramos disse...

Eu penso que a proibição do short selling (via ações) no fim só ajuda ainda mais a cair.

Os maiores rallys em bear markets são justamente de short covering.

Sem eles... Bom, estamos vendo.
hehehe

Sds!

Prof. Lafayette disse...

Fact, tava pensando nisso outro dia. Essa região entre os 40.000 e os 50.000 do ibov tinha algum gap aberto há muito tempo?

E entre os 30.000 e os 40.000 vê algum?

Anônimo disse...

Humm... I was thinking if you can show your view on EWZ movement in September. Any insight from others are really appreciated. Thank you!

Fact Finder disse...

September? It is past...
My opinion about EMs is widely known:
http://marketsbyfactfinder.blogspot.com/2008/08/ems-on-way-to-abyss.html