DISCLAIMER


DISCLAIMER: 1. The risk of trading equities and/or derivatives can be substantial. 2. Any decision to purchase or sell as a result of the opinions expressed in this blog will be the full responsability of the person authorizing such transaction. 3. Past performance is not indicative of future results.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Spot Where People Were Hurt The Most

Estudantes de TA quase nunca conseguem chegar ao estágio de excelência. Esperam retorno imediato em uma atividade que mistura arte e ciência. Os mais aplicados decoram de imediato dezenas de padrões de candle, indicadores, etc. como se fosse uma tarefa simplesmente intelectual. Ao não verem o retorno esperado, compatível com seus estudos, abandonam esse tipo de análise. Conclusão: "não funciona!" Muitos não compreendem como podem se destacar em suas áreas de atuação profissional e se sentir completamente impotentes nos mercados de renda variável, onde a lógica estapafurdiamente parece não funcionar.

É improvável que technicians novatos, com menos de 5 anos de estudo e prática consigam retornos consistentes acima do benckmark. Os que me lêem e se situam nessa faixa devem estar me dando razão depois de terem tomado uma lição de humildade nos últimos 4 meses. Alguns definitivamente encontrarão pouco proveito nessa abordagem porque não possuem o chamado mindset (estrutura emocional necessária), algo inato ao indivíduo.

O objetivo primordial da technical analysis não é decorar padrões, acompanhar divergências ou ficar traçando retas aqui e acolá. É compreender o comportamento dos players que estão por trás de cada uptick ou downtick. Levantei essa bola porque KB no Trading In Blog abriu um postagem comentando que prefere considerar no curto prazo regiões onde havia grande trocas de posições como suportes ou resistências. Por quê? A explicação reside no fato de que regiões de concentrações intensas de volume indicam uma intensa batalha entre bulls e bears, com resultados emocionais igualmente intensos para ambos lados. Minha experiência mostra que volumes por preço são eficientes. O problema é a imprecisão, já que raramente há um ponto muito destacado de intenso giro. Dependendo do timeframe estudado, as faixas de concentração de volume mudam de lugar. Os preços, não. São precisos. Pessoalmente prefiro associá-las a outros elementos.

Tomemos o caso prático do chart de 60 min do ADR de Petro acima. Barras horizontais à esquerda indicam o giro financeiro em cada faixa de volume. As máximas do ativo hoje coincidiram com a maior faixa de volume - não muito pronunciada - e o início de um gap. Technicals em sobreposição crescem em importância. Além disso, indicadores de momentum estavam em sobrecompra e 50 é um número redondinho ("Ou você prefere vender em 50.05 ou 49.98?"). Ou seja, havia vários sinais para que os bulls saíssem de suas posições ou apertassem seus stops. De maneira análoga, selloffs tendem a parar na região de US$40 (área de intenso giro).

11 comentários:

Anônimo disse...

Sr. Fact

Realmente, observar os movimentos, quanto mais nervosos e erraticos quanto mais dramaticas as fases dos grandes picos e fundos ciclicos; especialmente no mercado acionario entre os demais mercados de alto risco; como em mesas de jogos de azar, assim como o poquer; requer muita sensibilidade, por exigir muito mais a delicadeza da Arte que a indiferença e ateh a inconfiabilidade da Técnica, principalmente quando mal dominada e ainda mais em salas diversionais de maquinas de arrecadaçao.

Curiosamente e por sua indicaçao ja de algum tempo tenho ido ler o Blog citado, no qual notei ser também ser o senhor um dos administradores e ao ler hoje o Sr. KB, sensibilizou-me, da mesma forma como ao ler este seu atual post, a forma sutil com que generosamente tentam, subjetiva e delicadamente, sem admoesta-los; quase que, alem de expor aos seus leitores informes generalizados e coments sobre experiencias e know how analiticos, cada um a seu modo, ainda adverti-los, gentilmente e como que pisando em ovos, da precariedade, tanto tecnica quanto operacional e principalmente emocional, dos sentimentos e dados que usam para operar o market.

Principalmente em momentos criticos como o atual em que muitos se seguram na brocha da esperança, mesmo depois de verificado que a escada original se quebrou e que os degraus da alternativa sao de madeira podre.

Agora uma pergunta indiscreta.

Porque o Sr. sendo fundador do outro Blog, nao traslada um post como este, alias, melhor ainda, todos os seus posts, de seu Blog, para lah tambem?

Para que, alem dos que posta exclusivamente lah, o Sr. some e somaria muito ali e ainda mais para nos leitores, com certeza, junto aos seus co-fundadores, no seu Blog colegiado?

Desculpe-me pela intimidade e excessp de confiança ao fazer esta pergunta, quase uma solicitaçao beirando invasao, mas leitor eh assim mesmo; ao se identificar com um autor, passa a se achar quase membro da família e jah vai logo tomando liberdades.

Coisas da vida; releve e perdoe.

Cordialmente.

Fact Finder disse...

Anonymous, algumas postagens até poderiam ser feitas lá (essa, p. ex). Ocorre que esse blog surgiu mais como um trading diary - me servindo de referência - que propriamente um entretenimento ao público. Ao migrar todo o conteúdo para lá perde-se o principal motivo que me levou a criar esse blog.
Att.

Anônimo disse...

Entendo e não vou mais insistir, magno Sr.

l fernando disse...

Sou leitor novo do espaço.
Muito bom.
Parabens !

Fact Finder disse...

Tks, Fernando. []s

Bob disse...

Fact, volatilidade "kill" a tendência. Neste momento é o que mais ocorre ao sabor de news vinda do norte. Será que o atual senado americano gostaria de ser lembrado por ter negado a suposta ajuda que no médio e longo prazo em nada adiantará? Vamos ver.

Fact Finder disse...

Bob, por falar em volatilidade os índices estão calmamente escalando novos patamares. Not all shoes have dropped yet. :)

Samuel Ramos disse...

Baeh, te digo que sou um que não entende lhufas de AT.

Se bem que vendo os exemplos que tu apresentas aqui, e comparando com que que se vê consagrado em Pindorama, posso afirmar que um dos dois não é AT.
hehe

Fact Finder disse...

Ainda nem comecei a falar de modelagem de senoidais aplicadas ao price action. Melhor então nem ir adiante. :D

Prof. Lafayette disse...

Modelagem de senoidais? Hey, eu acho que pensei em um modelo assim uma vez pra mostrar pros meus alunos... era algo como P(t) = Po(1+0,5*sen wt)e^kt

Claro que era um modelo periódico e previsível, therefore useless...

É de uma melhora disso que vc está falando?

Fact Finder disse...

Laffa, tenho muitas idéias, mas tempo reduzido para pô-las em prática. rs
Bueno, em tese é possível ajustar uma senoidal a qualquer price action. Cada ativo tem uma "personalidade". Já vi traders yankees fazerem isso. Mas operacionalmente não é simples. Seria preciso um soft estatístico acoplado a uma grande base de dados, que possibilitasse um backtesting confiável. A idéia, contudo, é perfeitamente válida.