DISCLAIMER


DISCLAIMER: 1. The risk of trading equities and/or derivatives can be substantial. 2. Any decision to purchase or sell as a result of the opinions expressed in this blog will be the full responsability of the person authorizing such transaction. 3. Past performance is not indicative of future results.

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Kondratieff On Elm Street

"Nightmare On Elm Street" é o título de um filme de horror yankee que lançou o personagem Freddie (digo, Freddy) Krueger. Nikolai Kondratieff é autor de uma das teorias econômicas heterodoxas mais fascinantes que conheço. Não pretendo encompridar o assunto. Quem quiser saber mais pode clicar no link. Para resumi-la basta dizer que de tempos em tempos a imensa montanha de dinheiro podre deve ser expurgada do sistema.

Os seus críticos dizem que o ciclo não é mais válido porque ao contrário de tempos idos os Bancos Centrais atuais exercem grande influência sobre os meios de pagamento. Verdade. Os maiores estudiosos do ciclo dizem que algumas mudanças devem ser esperadas. Realmente é o primeiro deles visto sob a influência do fiat money (dinheiro sem lastro). E as pessoas estão vivendo mais, o que remete a um alongamento do ciclo tradicional de 50-60 anos. As pessoas tendem a repetir as mesmas tolices de tempos em tempos. As mesmas gerações não incidem em erro idêntico.

Os investidores incautos e/ou ingênuos tendem a acreditar na boa-fé dos profissionais do mercado, dos controladores de empresas do "Novo Mercado", do governo, etc. A ingenuidade é uma característica inerente a determinados indivíduos e não tem a ver exatamente com experiência. Como nos lembra Jon Markman, trading is not a team sport*. O último simulacro dos mercados financeiros mundiais foi solto ontem: um bailout fantástico do dueto Fannie-Freddie. Tal qual o cult A Hora do Pesadelo ainda teremos vários episódios que darão seqüência ao blockbuster Kondratieff On Elm Street. Bailouts de Mr. Paulson patrocinados com dinheiros alheios apenas potencializarão fenômenos financeiros jamais vistos por investidores (os vivos, claro).

* Vou mais longe. Investimento em renda variável não é esporte de equipe.

8 comentários:

aguia disse...

Mestre Fact:

velhos filmes... velhas reprises...
haja corações... haja gerações...
ações, sempre haverá; papel também, para vários usos.

To Be...or not To Be?...RF ou Fundo Cambial???...eis a gestão.
e a commoditie ouro?... por que não?... BUT, not now; agora, agora, não... só depois da Grande Venda no Físico para COBRIR as Grandes Posições bursateis... é olhar com dona paciência e esperar mais embaixo com a mesma.

almoçando agora... uma confusão no Guga por culpa de um médico, um tal de Dr. Roberto... mas tá bão: canjinha de galinha (me deu Lícia).

Anônimo disse...

caro articulista:

veja que uma coisa é uma coisa e outra coisa às vêzes é a mesma coisa:

estava pensando em como alguém, um trader amigo meu, trabalhando profissionalmente em determinada parte do dia, além de distribuir seu tempo entre a família e questões outras, pode ainda ter como cuidar de muitas outras coisas

...e pretender ainda assoviar e chupar cana... só se, essas últimas, as fizesse ao mesmo tempo, dir-se-ia no tempo de minha avó...

e daí?

daí lembrei para que servem os Postes (nada a ver) e pensei que um Post ficar parado num lugar, não significa que o panfleto que se cola nele não se possa postar também o mesmo poste noutro panfleto, digo, o mesmo panfleto noutro poste...

entendeu?

eu não... flap.

Fact Finder disse...

Akila, tocaste num assunto oportunamente. Há outro questionamento feito pelos estudantes das K-Waves de Kondratieff: Ouro possuiria o mesmo apelo ainda depois do fim do "padrão-ouro"? Seria o ativo reserva de valor? Me parece cedo para avaliar como o mercado responderá a isso.

eterno aprendiz disse...

certo!... BUT... não custa nada, nadinha, virar o binóculo pra êste lado do panorama visto da ponte... a dora avante, of course.

Samuel Ramos disse...

Grande Fact,

Excelente postagem, concordo totalmente com o amigo.

A situação agora se assemelha a um elefante numa bicicleta, se reduzir a velocidade de geração de crédito, o fiat money pluft...

Fact Finder disse...

Pois é, Samuel...o objetivo da postagem não é ser alarmista. É fazer com que pessoas sem nenhuma experiência em renda variável sejam mais pragmáticas em suas decisões de investimento e não caiam no conto do vigário das corretoras. :)

Fact Finder disse...

A propósito, legal que tenha gostado.
Vou tentar preparar - só não sei quando - uma outra aproveitando uma entrevista que R. Prechter deu à Stocks&Commodities Mag em 2004, associando-a às K-Waves.

(Você sabe como essas postagens mais elaboradas tomam tempo...)

Samuel Ramos disse...

É difícil essa tarefa de alertar, pois informações como essa perdem de goleada para a cobertura ridícula e tendenciosa da imprensa.

Basta dar uma passada em um dos muitos fóruns sobre investimentos que surgiram nos últimos anos, 90% dos participantes segue em total negação, afirmando que ainda pensam em fazer novos aportes, pois bolsa é investimento de longo prazo (imagino que em 20 ou 30 anos talvez recuperem através de dividendos o que pagaram, considerando que não vendam no próximo fundo hehe).

O Prechter é uma figura, tem bons textos. Embora ele tenha ganhado o rótulo de 'menino que gritava lobo' de tantos alarmes que acabaram não ocorrendo, no fundo foi mais uma questão de timing do que conteúdo.