DISCLAIMER


DISCLAIMER: 1. The risk of trading equities and/or derivatives can be substantial. 2. Any decision to purchase or sell as a result of the opinions expressed in this blog will be the full responsability of the person authorizing such transaction. 3. Past performance is not indicative of future results.

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Hackeneyed Media Phrases

Repararam que quando um morador de um prédio troca de carro, logo em seguida um, dois ou mais o segue? Claro que esse não é o exemplo ideal por causa do valor do bem. Mas é ainda válido. E aquela turma de solteirões convictos, amigos de bar, que vai chegando perto dos 30 anos...Aos 35 estão todos casados. Basta que o primeiro se case. Por que será que isso acontece? Ora, porque a coletividade exerce uma influência significativa sobre os indivíduos.

Comportamentos análogos são vistos em toda atividade humana. Outro dia estava fazendo uma retrospectiva dos jargões de mercado ao longo dos últimos anos. A área de investimentos é uma na qual ser original é um grande risco. Afinal, melhor dizer sempre as mesmas coisas e ser medíocre que correr maior risco para obter notoriedade.

Lembro-me que na época do default (expressão chique para "calote") da Argentina falava-se muito em colchão contra crises. Uma referência, claro, ao nível de reservas internacionais dos emergentes. Essa moda passou...Agora a moda é a volatilidade. Não se fala mais em mercados que caem, despencam ou entram em baixa. É feio, falta de educação e estilo. Basta dizer que "os mercados estão voláteis". É fino. Nota-se que a tal volatilidade só existe pra baixo. Quando os preços passam por longos períodos de consolidação/congestão e iniciam grandes rallies, isso não é volatilidade. É "mercado otimista com as perspectivas da economia". Talvez quando os analistas financeiros badalados da mídia descobrirem o que é volatilidade consigam ganhar algum trocado no mercado com ela e não com entrevistas, artigos insossos, etc.

7 comentários:

aguia disse...

hahaha...
lembrei-me do Joelmir 'Goleiro', digo...Betting; e da Lilian Uitifibi...tudim curupacopapaco.

e logo, logo, os atuais, falarão de "blindagens".
quá.

Fact Finder disse...

"Blindagem" também! Boa! rs

Lafayette disse...

Aliás, Fact, você mostraria qualquer dia uma operação de compra de volatilidade?

Leo disse...

Excelente!!
E que tal "descolamento dos emergentes"?

Fact Finder disse...

1. Laffa, certo. Em outro post comento a assunto.

2. Leo, antes de "volatilidade" falava-se em "turbulência". "Descolamento/Decoupling" de todas os termos surrados acho que é o mais recente. rs

Samuel Ramos disse...

o "descolamento" foi dose mesmo

e foi precedido pelo "soft landing", lembro de ouvir com frequencia 'a economia americana fará um pouso suave'

e um pouco antes teve também o 'goldilocks', a economia do nem quente demais, nem fria demais

só pérolas!

Fact Finder disse...

Pensamento próprio é algo muito raro nessa indústria, Samuel. A mídia é formada por um rebanho zumbi que repete o que dizem analistas que também repetem citações de outra meia dúzia e por aí vai. :)